Cordei, CADÊ MEU ÁLBUM?

Há exatamente um ano e 3 meses, morando em Madrid, eu fiz um post aqui sobre as fotos do meu casamento. E dia desses conversando com uma amiga aqui, que casou depois de mim, já recebeu o álbum e se diz satisfeitíssima com o resultado e tratamento que lhe foi dado, eu lembrei do meu caso.

Acredito que como consumidora de um produto, eu tenho liberdade pra expressar o que acho sobre, não é mesmo? Aguentei calada esse tempo todo, mas acho que chegou num limite e eu preciso desabafar! :) Pois bem! Até hoje não recebi meu álbum, em breve completaremos DOIS anos de casados e não tenho nem previsão de quando receberei.

Quando contratamos o 'fotógrafo' responsável pelas fotos (e PAGAMOS pelo produto, vale salientar!), ele foi extremamente educado e atencioso. Mas depois do dia do casamento tudo mudou e ele foi de um extremo ao outro. Escolhemos as fotos e, lógico, surgiram várias dúvidas. Já não estávamos no Brasil, escrevemos um email relatando essas dúvidas e este não foi respondido. Ficamos a ver navios e a partir daí começou o aborrecimento. Escrevemos outro email e nada. Mais um e nada. E tal dia meu marido viu o tal fotógrafo online no Facebook e falou: 'Te enviei um email. Dá uma olhada!' Ele respondeu que já havia visto, que leu, mas que estava ocupado e tinha uma fila enorme de pessoas na frente do nosso e blablabla...

Agora me responda: Que tipo de profissional lê um (dois, três) email de um cliente e não responde?

Sei que parte da culpa é nossa porque, como consumidores, não pesquisamos a fundo sobre esse 'profissional'. Tivemos um casamento extremamente corrido, quase sem nenhum preparatório e muito, mas muito em cima da hora. É uma pena que isso tenha ocorrido e que sinceramente, melhor do que estas fotos, está a minha lembrança, bem guardadinha. Sei que nosso casamento não dá visibilidade nenhuma a este fotógrafo (Graças a Deus!), mas nós pagamos cada centavo que nos foi pedido e exigimos, no mínimo, respeito e profissionalismo em troca.

Acredito que um profissional sério e que ama a profissão acima de tudo, não pega um casamento por causa do dinheiro que envolve um álbum. Mas isso são outros quinhentos, né? :P Enfim, todo esse tempo, desde que as fotos foram tiradas e escolhidas, não fomos tratados como deveríamos até porque PAGAMOS o valor do álbum (vale salientar mais uma vez! Não teve caso de veaquismo. Da nossa parte, não! :) E tudo foi pago em dia e de acordo com o valor que ele pediu. Fizemos nossa parte como pessoas dignas.

Voltando a conversa com minha amiga, eu falei a ela sobre o meu caso e ela ficou perplexa. Eu expliquei que no Brasil acontece muito esse tipo de coisa, infelizmente. Muita gente ainda não preparado pra se tornar profissional, acha que pode dar conta e não é bem assim. Cria (ou herda) um nome, faz umas fotos, cobra caro e o retorno é mísero, uma piada. E acho que, pior do que o retorno ruim no produto é o retorno ruim no tratamento ao cliente. Acredito que se você acha que não vai dar conta do recado, não pegue o trabalho, simplesmente negue e termine o que tá faltando. Não pegue só pelo dinheiro, pela ganância. Muita coisa é envolvida num trabalho desse: sentimento, recordações pessoais, familiares, etc. Não se pode brincar de ser um profissional pra brincar com uma coisa tão bonita e séria, que é um casamento. Deve ser por isso, também, que o Brasil não vai pra frente, eu disse a ela. Imaturidade profissional. Ganância. Malandragem. Isso não faz bem. Tá na hora do povo ser sério, coerente, educado e P-R-O-F-I-S-S-I-O-N-A-L! Chegamos num ponto que minha amiga se disponibilizou a editar essas fotos, porque ela recebeu as fotos dela em 2 MESES e simplesmente não acha justo, muito menos ético, que isso esteja acontecendo!

Existem outros inúmeros detalhes que eu omiti, até porque eu passaria o dia inteiro relatando umas situações. Mas deixemos de lado, né? A verdade é que tenho a consciência tranquila quanto ao tratamento que foi dado a esta pessoa: Desde o começo fomos extremamente educados e pacientes (ainda somos! Porque não é pra qualquer um...) embora não tenhamos sido tratados da mesma maneira... mas sábios são aqueles que fazem a sua parte, não é mesmo? :) Não vou negar que tenho medo de que este álbum não saia do jeito que pedi e que não sejam feitos os ajustes que pedi (porque já faz tanto tempo...) e que seja necessário mais 2 anos, caso seja devolvido o álbum pra reajustar... Mas quem já esperou tanto tempo e não tem mais NENHUMA expectativa quanto a esse produto, é o mínimo. Não sei o que me espera do resultado final, não sei se a edição ficou boa (pois segundo ele, o cliente não tem direito de ver a edição final - photoshopada e tal - só quando estiver pronto e impresso no livro), tudo é uma incógnita. Como uma amante da fotografia, depois, um dia quando receber esse álbum eu farei outra consideração, mais "técnica" :P. Mas no quesito profissionalidade e tratamento ao cliente, esse 'fotógrafo' deixa e MUITO a desejar. Eu JAMAIS contrataria os serviços dele novamente.

Não vou citar a marca nem nada. Quem tiver alguma dúvida sobre isso e morar no meu estado (PB), onde ele atua, pode me enviar um email (aryadne@gmail.com) que eu respondo numa boa.

Mas já que o assunto é casamento. Vou mudar apenas na questão da profissionalidade, pontualidade e responsabilidade e quero dividir um dos casamentos mais lindo, simples e com fotos espetaculares e nada comum ao que se vê "por aí". :P Fiquem a vontade pra admirar e invejar (brancamente) as fotos de Stanley e Adriana, um casal amigo e que teve uma celebração belíssima: http://www.3deseosymedio.com/adriana-stanley-boda-en-barcelona/

Alguém mais acha que o tipo de casamento: festão, 3 mil convidados, decoração caríssima e olha-eu-na-coluna-social, breguíssimo? Eu acho! hahaha Pra MIM, chique é um casamento pequeno, simples, entre familiares e aqueles poucos amigos que realmente importam, que tenha a ver com os noivos e que passe um pouco da felicidade deles na simplicidade da festa e das fotos. Algo pessoal. Quem nem o desse casal.

Sou fã.

 

WATCH & LEARN!

 

Beijos!

:)

comments powered by Disqus