Dica de Receita

Como vocês sabem, temos um amigo aqui em Madrid, o Jacopo, que é italiano. Até aí tudo bem, só que ele cozinha muito! haha E quase sempre ele tá aqui, cozinhando alguma coisa da deliciosa/fantástica/inigualável culinária italiana (vai dizer que não é a melhor?)

Ontem Jacopo decidiu fazer algo de diferente, e fez uma deliciosa pasta com um molho com base de queijo ricotta que estava sensacional. Segundo ele é um prato de verão, por ser leve e não sei que... Aqui eles tem essa mania de prato de verão e inverno, sopa quente, sopa fria, blablabla, eu (que sou pobre kkkkk) tomo sopa quente toda vida, até no verãozão haha. E vinho tinto é em temperatura ambiente, viu? Não existe essa de colocar na geladeira e no baldinho pra dar uma geladinha não! (Fujam pras colinas restaurantes "CHIQUES" de Campina!) haha Vivendo na Europa e aprendendo...

Deu pra perceber minha empolgação acerca dessa pasta, né? haha Só que tipo, essa receita é muito, mas muito fácil, daí resolvi colocar aqui porque além de ser tranquilo de fazer (acho que até meu querido irmãozinho Rodrigo ou até mesmo o próprio Felipe, acertaria), é S-U-P-E-R deliciosa. Dá pra fazer prozamigo, pro namorado, noivo, marido, pra família, enfim, acompanhada de um bom vinho tinto, então... corre pro abraço!

Paccheri con Ricotta pomodorini e Rucola. who?
Você vai precisar de: (bem Mais Você haha)

  • Macarrão, né? hahah Usamos esse que Jacopo trouxe da Itália, não sei se é fácil de encontrar, mas ele disse que um Penne rola super de boa também. De preferência aquele que tem umas listrinhas pois adere melhor o molho.




  • Tomates Cereja (uns 500g para meio quilo de pasta)


  • Queijo Ricotta (dizem que não é bem um queijo, mas fo&%-se, pra mim Ricotta é queijo hahah) - 250g


  • Rúcula (a quantidade fica a gosto, mas pode colocar bastante que fica ótimo)


  • Queijo Parmesão picadinho (Aqui é mais fácil achar o queijo inteiro, mas o ralado funciona muito bem também). 


Pra começar, numa dessas panelas que uso pra assar meus peixes e meus frangos kkkk por isso ela tá tão sofrida azeite e 2 dentes de alho até dar uma douradinha em fogo baixo. Engraçado que ele costuma fazer os molhos em frigideira, nunca em panelas fundas.



Depois, adiciona os tomates, sempre em fogo brando, devagaaaaaaaar quaaaaseee paraaaaannnddooo haha é que, quem cozinha bem sabe, que o sabor fica bem melhor cozinhando devagarzinho. Enquanto isso a pasta já está sendo cozida em outra panela! Esse macarrão era tão grande que foi quase meia hora pra ela ficar Al Dente pronta. Aí tá o pobRema, esse lance de Al Dente tem que saber. Um macarrão passado desse ponto pra um italiano, é como uma feijoada sem feijão, sacou? haha Segundo ele, melhor desligar 5 minutos antes do que 10 segundos depois. Não rola ficar aquele macarrão molenga e desmanchando não.


Depois de uns, sei lá, 8 minutos que os tomates estão na suruba com o alho, retira os 2 dentes de alho e coloca a Ricotta e vai mexendo com muito carinho e dedicação, tudo com muita delicadeza.


Vai chegar numa hora que essa ricotta vai virar um molho, literalmente O.o, daí quando tiver perto de desligar, adiciona a Rúcula picadinha. Daí, acho que fica mais uns 5 minutos e desliga, não pode ficar muito tempo cozinhando a rúcula. Sim, o tomate não é pra desmanchar não, ele fica cozido mas meio inteirinho, sabe?


Depois de desligado, agora é só colocar o macarrão e o queijo parmesão e mexe-mexe-remexe, até a pasta garrar amizadxe com o molho e está pronta a delícia! :D A pior foto, sem dúvida, foi a do prato pronto HAHAHAHA. Uma baguncinha. Sorry! Eu tava com muita fome, gente.



E aqui, o Chef Ferretti, com sua obra-prima pronta: 



Vamos todos dar um joinha pra ele, que ele merece! (Y) ÊÊÊ! SOLTAOSCACHORRO O que tava bom... não dá pra explicar, só vocês fazendo! haha

Agora, tô aqui pensando, me arrependi de não ter registrado e anotado, as outras receitas dele :( Já que ele vai voltar de vez pra bota Itália. Semana passada, ele fez um Risotto sensacional! :~ 

comments powered by Disqus