Primeiro dia em Estocolmo!

Hej!
Chegamos! Depois de enfrentar uma eternidade maratona de quase 12 horas de vôo (+ 3 de espera por conexão), eis-me aqui.

Tava nevando e como boa matuta que sou, fui tocar na neve! hahaha

Chegamos no hotel a noite e só saímos na redondeza pra jantar e ir no supermercado e ser atendida no caixa pelo primo do Alexander Skarsgård hahaha. Sim, é verdade, todos são bonitos na Suécia!

Da janela do hotel, o sol nascendo, as 8:30 da manhã :O

Depois que acordamos hoje, tomamos café (incluí o tal do Kaviar, uma espécie de patê de peixe que é muito consumido aqui - quase vomitei ugh! o cheiro e o sabor são muito intensos) e já saímos pra conhecer a cidade. Estamos em um bairro um pouco afastado do centro, mas como a cidade é pequena (mais ou menos do tamanho de João Pessoa), uns 10 minutos de metrô resolve. O metrô é impecável, bem bonito por dentro das estações, limpo (o de Madrid nem tanto) e confortável. De cara, na saída, no primeiro minuto, olhei para um lado e para o outro e já amei! :O Sério!
Andamos mais um pouco, a procura do prédio da empresa que Lipe vai trabalhar e fui amando ainda mais. Não sei se Madrid é suja/muito suja, mas achei Stockholm beeem limpinha. De cara já achei algumas lojas que em Madrid não tinha. Mas não vou dar uma de "Bitch, please!" e não vou comparar futilidades, ok? haha
Como não fomos muito bem preparados pro friozão (não compramos ceroulas! haha e eu não sei onde foram parar as meias-calças quentinhas pra colocar embaixo do jeans) quase não andamos, só ficamos mesmo na região de Nybroviken, a baía de onde saímos nas fotos.

As fotos não expressam a beleza do local. Só estando aí para ver e sentir, principalmente.


Não sei se foi porque o choque térmico foi muito grande, mas eu não sentia orelhas, nariz e andava em câmera lenta haha Com a circulação sanguínea tendendo pra velocidade zero, entramos numa H&M e achamos as ceroulas (tem algum nome mais bonitinho?), almoçamos e logo voltamos (o sol já estava querendo se por, às 4 da tarde!). By the way, época de SALEs aqui também. #TODASDESESPERADA Quem não pode sonhar em gastar por causa da mudança, tipo eu haha, já pode se jogar da janela do hotel! Achei o preço das lojas bem equivalente aos da Espanha, embora seja outra moeda e o custo de vida mais alto.
No mais, é isso. Devemos ficar uma semana nesse hotel, enquanto achamos nossa nova casa. Amanhã eu saio pra conhecer mais a cidade (dessa vez devidamente agasalhada) e estou muito muito muito feliz por estar aqui e mais ainda por já ter amado a cidade, pelo pouco que vi.

Ah, outra coisa. Dá pra se virar bem, completamente bem, eu diria, com o inglês. Aparentemente todo mundo fala essa língua aqui. Mas só falando, porque lojas, supermercados e farmácias, por exemplo, é tudo em sueco. A não ser que você pergunte o que danado aquele monte de consoantes significa. haha Porque... te contar viu? Não entendo nem um "Ai" dessa língua. Mas arriscamos uns hejs e tacks hoje. haha Prometemos evoluir mais.

Até logo! :)

comments powered by Disqus