Sobre a Páscoa na Suécia

Em meados de Março, comecei a ver no supermercado que geralmente frequento, uns ovinhos divertidos e com cara de retrô, bem diferentes dos que se costuma ter no Brasil. Era uma seção bem tímida, nada comparado aquele exagero dos supermercados brasileiros, que montam uma estrutura gigantesca nos corredores e que parece que a gente tá entrando no paraíso haha. [Um adendo: Ano passado a Páscoa foi em Madrid, e lá tem pouquíssimos ovos mesmo, e a embalagem é igual a do Brasil, só que todos eram com motivos infantis (assim como os daqui), já que essa prática é para os pequenos, diferente do Brasil, que a troca de ovos não estabelece limite de idade... hahah]

Quando avistei aqueles ovinhos com desenhos bem fofos e diferentes eu corri pra olhar de perto e manusear haha. E Deus, eu parecia uma criança (re)descobrindo ovos de páscoa. Eu pegava, examinava, balançava (kkkkkk) e comentava com meu marido. Eu achei que eles eram muito levinhos e ainda disse pra ele: Nossa, deve ter uma camada bem fininha de chocolate aqui dentro, né? Mas tudo bem, só a parte de fora do ovo, eu já curti. Na mesma sessão, havia uns livrinhos com umas canetinhas e aquarela pra criançada decorar ovos, que eu imagino que sejam esses normais, de galinha mesmo. Taí, sem dúvida o símbolo da páscoa aqui é galinha e pinto! Quase nada de coelhinhos...


Levei umas duas semanas acreditando que aquilo era o ovo pronto. Até que um dia, numa vitrine, vi um aberto e constatei que aquilo era apenas a embalagem e que não havia nada dentro HAHAHA. Você teria que preenchê-la com doces (muitos doces) e chocolates. Na hora pensei: o que é a inocência?! Foi quando comentei com meu marido: "Imagina a cena: tu me dando um ovo desses, uma lágrima caindo de emoção e quando eu abro não tem nada, só papel! hahahahaha". Foi a diversão do dia.

Aí eu pensei: essa sessão é tão pequena, nem deve ter muita tradição aqui. Foi quando ontem, Xuxa sambou na minha cara e disse: Aham fia, senta lá! hahaha Estava eu aqui na mesa da cozinha, com um olho no computador e outro nos exercícios de sueco quando, avisto da minha janela, aquele monte de cabeças loiras do prédio da frente felizes, saindo com cestas, roupas divertidas e uns lencinhos na cabeça, era exatamente 4:30 da tarde. Vou eu lá no gtalk descrever a cena fofa pro meu marido (a gente tem uma queda por nossos vizinhos nenéns e fofinhos) e falei: "Nossa, saiu um monte de criança fofa aqui na rua, em direção ao outro prédio, será que tem uma espécie de união pra jantar? Ou então... Ei, esperaí! Eu acho que..." TOC TOC TOC Na minha porta! Nesse momento eu pensei: mas é claro, tudo faz sentido! Convoquei tico e teco e eles me informaram que só havia 1 (lê-se: UM; U-M), apenas 1 mísero chocolate na dispensa! E aí eu usei a técnica de me esconder e não fazer barulho pras crianças pensarem que não havia ninguém em casa. Nossa, que decepção! Eu queria dar doces a elas :

Umas duas horas depois, chega meu marido (que ama crianças e na esperança de interagir com elas) com um pacotão de doces de páscoa:


Só que era tarde demais, estava o maior silêncio e todos os pequenos já deviam estar em casa devorando os doces que conseguiram. HAHAHA E eu afoguei minha decepção comendo essas coisinhas coloridas! Mas nem tudo está perdido, aqui no nosso prédio e nos da frente, tem MUUUUITA criança, e assim que eu avistá-las vou distribuir atrasado esse monte de doce. Tudo bem que elas vão pensar: Mas que tipo de ETs são esses? hahaha Mas pelo menos, vou tentar diminuir a decepção... :
~~

Como viver é aprender, hoje li um post interessante e bem explicadinho sobre a Páscoa aqui na Suécia, no blog da Cíntia. E como eu sou otimista, um ano passa rápido e na próxima páscoa, eu saberei o que fazer! haha Mas, como nem tudo estava perdido (parte II), enquanto meu marido trabalhava, surgiu um "coelhinho" (de 2m de altura haha que não passava de um colega de trabalho) no Spotify distribuindo ovinhos. E quando meu marido abre o dele, com o que ele se depara? Um simpático ovinho alvinegro-trezeano em homenagem ao time de coração dele! haha


Glad Påsk!

comments powered by Disqus