Talar du svenska?

Hein?
Do you speak swedish? Você fala sueco?
Não. Mas comecei a aprender. :D Êêê!
Sim, comecei a frequentar no hospício essa semana.


Hoje foi meu segundo dia de aula e quanto mais eu penso, mais eu vejo que estou jodida, como diz o espanhol! haha
Me matriculei na ABF, como eu já havia dito, uma das escolas que faz parte do SFI (Sueco para noobs Imigrantes) e fica no centro da cidade. A escola tem aquela velha estrutura que todo mundo já conhece, além das salas de aula (nééé?) tem uma mini cafeteria, uns ambientes e computadores espalhados pelos corredores. Não é muito grande. Mas, no geral, eu gostei.

A minha professora parece ser bacana, mas ainda não posso tecer comentários fixos acerca dela porque quem vê cara não vê coração! haha Só posso firmar uma ideia sobre ela com o passar do tempo e dos perrengues. Na verdade teremos duas professoras, com a outra teremos aula amanhã, e é mais senhora do que essa.

Quanto aos meus companheiros de sala, uma misturada só: 1 tailandesa, 2 paquistanesas, 1 chinesa, 3 indianos (Lógico! Onde é que não tem indiano nesse mundo? kkkk Mas, como são simpáticos eles, não? haha Esses são estudantes da Universidade de Estocolmo), 1 somali, 1 italiana, 1 inglês e uma que eu não sei mesmo (porque ainda não troquei ideia com ela haha). Todos muito simpáticos. Gostei deles! haha :)

Bom, quanto a metodologia da escola, eu tô achando meio cursinho pré-vestibular, sabe? Do tipo que tem xerox, assuntos bem resumidos, corridos e te-vira-sozinha-nos-30. A verdade é que se a pessoa não estudar em casa e bem, pode complicar. Eu diria que se a pessoa trabalha ou estuda, complica ainda mais, já que as aulas são de segunda a sexta, durante o turno da manhã (8:30-12:00). Mas como eu tô livre em tempo integral, tô tentando estudar pela tarde. Infelizmente não tenho como praticar sueco. Sou recém-chegada no país e casei com brasileiro, né? hahaha Brincadeiras a parte, como não dá pra praticar (também não tenho contato com suecos) e isso é muito importante, vou ver no que vai dando. Realmente de primeiro impacto parece ser bem difícil, principalmente a pronúncia, sem falar que sueco tem uma entonação forte, só deles. Mas acho que não é um bicho de sete cabeças. Espero que a escola e a metodologia ajude no decorrer do curso.
Agora, com licença, que eu preciso estudar... e muito! :/

Hej då!

comments powered by Disqus